"Às vezes ajudava-me daqui com 100 quilos e ía descarregar à Ilha" João Abel Spínola guarda bem vivos na memória os tempos em que uma vereda era a única ligação da Achada do Marques ao centro da freguesia Aos 12 anos já carregava bilhas de 20 litros de leite do posto da Achada do Marques até à Ilha. Durante 24 anos o percurso foi sempre o mesmo, o peso da mercadoria é que foi aumentando consoante a idade de João Abel Spínola. A coluna é que sofreu com este transporte que só terminou quando a estrada chegou ao sítio. Além do leite, transportava também outras mercadorias."Um dia eu, o meu pai ea minha mãe pusemos mais de cem quilos de semilhas na Ilha", recorda João Abel, hoje com 48 anos de idade. À imagem da freguesia da Ilha, no sítio da Achada do Marques vive-se sobretudo da agricultura, actividade em declínio. Jovens há poucos. Muitos foram os que preferiram a emigração a trabalhar na terra. Para Teresa Silva, a falta de incentivos é o principal impedimento para que os emigrantes voltem à terra natal. GF;EP Bron : www.dnoticias.pt

Channel: Humans Channel

Related tags:

comments powered by Disqus









TerritorioScuola. Some rights reserved. Informazioni d'uso