PORTUGAL - FOZ DO ARELHO

Added by | 9 yearss ago

509

A ocupação de seu sítio remonta a um povoado piscatório da paróquia da Serra do Bouro. Com a criação das freguesias manteve-se como povoado da freguesia da Serra do Bouro, da qual foi desanexada em 1919, constituindo-se como freguesia pela Lei nº 839 de Julho de 1919. É impossível falar de uma história da Foz do Arelho sem falar da Lagoa de Óbidos, à qual está -- e, de resto, estará -- sempre intimamente ligada. Essa ligação é quase visceral, começando, desde logo, por ser na Lagoa que o povoado ganhou pelo menos parte do seu nome, exactamente por estar na foz de um rio. Apesar de tudo não há nenhum rio Arelho, facto que não deixa de gerar alguma perplexidade. A ligação, contudo, não se queda pela curiosidade do nome. É bastante mais profunda. Da Lagoa de antigamente se dizia que dava pão e vinho. Era, como é, o sustento da terra -- nela se pescava, mas dela ser recolhia também o limo com que as populações locais adubavam a terra. Com diversas funções económicas ao longo dos tempos, destaca-se hoje pela importância que continua a desempenhar na economia local -- no turismo, no sector imobiliário, na pesca, na restauração. Uma das referências históricas da região é a Quinta de Nossa Senhora de Guadalupe (século XVI), no centro histórico da povoação, em torno da qual a mesma se desenvolveu. Até à revogação dos foros (enfiteuse), grande parte dos terrenos agrícolas pagavam tributo à Quinta, resultante do morgadio instituído em 1580. Foi estância de férias de Francisco ...

Channel: Humans Channel

Related tags:

comments powered by Disqus









TerritorioScuola. Some rights reserved. Informazioni d'uso