Na Terra Santa, os cristão são hoje como no passado uma pequena Igreja.Por múltiplas razões sociais, econômicas e políticas, muitos deles sobretudo nas ultimas décadas deixaram a Terra Santa em busca de uma vida melhor e mais tranqüila. E este preocupante fenômeno da emigração é, infelizmente, ainda atual.Os cristãos palestinos hoje, os que permaneceram em Israel e na Palestina e os que emigraram devido às guerras de 1948 e de 1967, são cerca de 500 mil, ou seja, 6% da população palestina no mundo. Somente 180 mil vivem hoje entre Israel e Palestina... a população árabe cristã representa na Terra Santa pouco mais de 2%.Os cristãos que hoje vivem na Terra de Jesus se dividem em dois grandes grupos: os católicos e os ortodoxos. Os cristãos, em especial, compreendem os latinos, mais algumas minorias, como os maronitas, os caldeus, os sírios e os armênios. Existem ainda os melquitas, de rito greco-bizantino: em comunhão com Roma desde 1724, esses católicos mantém, porém, a tradição oriental que têm em comum com a igreja ortodoxa. Os melquitas constituem a igreja majoritária na Galiléia. E aqui, como também nas paróquias dos Territórios Palestinos, em meio à multiplicidade de igrejas, se registra um fato de profundo significado ecumênico e que não tem igual: os cristãos ortodoxos festejam o Natal em 25 de dezembro, junto aos irmãos católicos, mas, por sua vez, celebram a Páscoa na data (variável) dos ortodoxos.O que não acontece em Belém e Jerusalém, onde ortodoxos e católicos ...

Channel: Humans Channel

Related tags:

comments powered by Disqus









TerritorioScuola. Some rights reserved. Informazioni d'uso