A primeira missa pública do Papa Bento XVI em Israel foi celebrada no Vale do Cedro, aos pés do jardim do Getsemâni. Caloroso o acolhimento das comunidades cristãs locais e dos peregrinos vindos do mundo inteiro.Estou muito feliz por estar aqui. Esperava há muito tempo este momento, disse esta jovem espanhola. Em Jerusalém, os cristãos são uma minoria. Nem todos puderam participar da celebração por causa das dificuldades ligadas à segurança, mas o papa expressou sua solidariedade e esperança a eles. Ele repetiu, como em outras ocasiões, que na Terra Santa tem lugar para todos. A mensagem do papa foi acolhida com entusiasmo, pois várias vezes repetiu que a emigração dos cristãos é um sinal de empobrecimento espiritual e cultural. O pontífice exortou as autoridades a respeitarem a presença cristã aqui, e garantiu a solidariedade, o amor eo apoio de toda a Igreja e da Santa Sé por aqueles que vivem nesta terra onde a paz, que é dom e chamado de Deus, continua sendo ameaçada pelo egoísmo, pelo conflito e pelo peso das ofensas do passado.Jovem: Estou muito satisfeito, porque o papa respondeu às nossas expectativas e disse que a nossa esperança aqui é muito importante. Jovem: Queremos que todos entendam que Jerusalém é para todos, para todas as três religiões, não somente para os judeus, para os muçulmanos ou para os cristãos.www.cancaonova.com

Channel: Humans Channel

Related tags:

comments powered by Disqus









TerritorioScuola. Some rights reserved. Informazioni d'uso